Jads e Jadson: parceria desde criança até o sucesso sertanejo.

 
Jads e Jadson 
no palco, dupla conquista o público e colhe os frutos do estouro de músicas como "Jeito Carinhoso"

Jads e Jadson adotaram uma linha diferente de algumas duplas sertanejas que fazem sucesso atualmente. A dupla, que canta desde cedo, optou por evitar tentar sensualizar no palco e, colhe os frutos do sucesso por suas músicas.

O pai de Jads e Jadson, José Alves dos Santos, tirou inspiração das suas próprias iniciais para nomear os filhos, já pensando em uma futura carreira musical. "Começamos a cantar muito cedo, com 5 (Jadson) e 9 anos (Jads), por total influência do nosso pai. Ele acordava a gente logo cedo, passava todo dia pra gente a letra de uma música e no final do dia 'tomava a lição'", disseram em entrevista ao IG.

Nomes foram escolhidos pelo pai - 
Muito antes de "Jeito Carinhoso" estourar, eles se mudaram para Ponta Porã (MS), onde participaram de vários festivais, até que, em 2003, gravaram seu primeiro CD, "Acústico", com várias canções de sua autoria. No ano seguinte, após se apresentar em várias cidades do Mato Grosso do Sul, a dupla lançou seu segundo álbum, "Dom Brasileiro". A repercussão da música "Com todos menos comigo" abriu a porteira para que se apresentassem em outros estados.

Aos poucos o sucesso veio. 2007 foi o ano em que Jads e Jadson gravaram seu primeiro disco ao vivo. Em 2012, veio o CD "Pra Acabar Com Tudo", e o clipe começou a ter milhões de acessos no Youtube. O segundo DVD foi feito ao vivo em Maringá (PR). Foi quando "Jeito Carinhoso" virou sucesso, passando dos 60 milhões de visualizações no canal. "Planos Impossíveis", do mesmo trabalho, ultrapassou 25 milhões de views

Jads e Jadson colhem os frutos da parceria - 
Empolgados, a dupla gravou outro DVD em 2014, "É Divino - Ao Vivo em Campo Grande", com um público de mais de 50 mil pessoas. "Somos da roça, gostamos de moda de viola. Ouvíamos Trio Parada Dura, Milionário e José Rico, Tião Carreiro e muitos outros", explicam.

Em "Diamante Bruto", lançado em 2016, a dupla voltou para o estúdio e se dedicou para ser original. "Foram quatro meses de produção. Ouvimos músicas, gravamos coisas novas e acaba que, em estúdio, vai rendendo mais, a gente tem mais tempo de elaborar um trabalho. Mas há muitas coisas que ainda queremos fazer, muitas parcerias boas pra acontecer", empolga-se Jadson.

Fonte: IG Gente - São Paulo

ACESSOS OUVINTES

contador de visitantes